Darwin


Acabei de ler o livro com a biografia do Darwin. Foi uma verdadeira vitória. Com filho pequeno, conseguir ler um livro de 700 páginas é uma vitória. Fiquei impressionado com a quantidade de detalhes que os dois autores conseguiram levantar. Tá certo que o próprio Darwin ajudou com um diário. Mesmo assim é admirável ver o trabalho que foi feito.

Crescemos ouvindo na escola que uma viagem à Galápagos mudou a história da humanidade. Não é bem assim. Darwin viajou o mundo inteiro a bordo do Beagle, um navio que tinha o objetivo de descobrir rotas de comércio. Em cada passagem, Darwin coletava um mundo de espécies e enviava de volta à Inglaterra, sua casa. Trabalhava pesado, dia-a-dia. Uma dessas paradas foi a ilha de Galápagos. A análise dos materiais coletados na época o ajudou a formular a teoria da Evolução das Espécies, um trabalho que levou nada menos do que 10 anos.

Sabendo o ‘estrago’ que faria no pensamento vigente na época, Darwin sofreu muito fisicamente. Ficava longos períodos doentes enquanto gestava sua obra, sem coragem de publicar. Foi falando aos poucos do que tinha em mãos, até publicar o livro e virar quase persona non grata. Aos poucos foi consquistando adeptos e, no final das contas, foi enterrado na Abadia de Westminster, apesar da série de desafetos que conquistou na Igreja.

Pensar em Darwin, no trabalho pesado, me faz crer na possibilidade de transformação e evolução da humanidade. E ainda tem gente que não acredita que somos primatas evoluídos!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s