O surf no arroio Dilúvio em Porto Alegre


O último post foi pesado, sobre poluição. Baixo astral total. Agora, vai um que é meio mix das duas coisas: baixo e alto astral. O ponto é que na minha cidade natal — Porto Alegre, tchê — uns caras fizeram uma coisa muito louca: surfaram nas águas do Arroio Dilúvio, que corta a Avenida Ipiranga, uma das principais da cidade. (Para os que moram em São Paulo, seria um Tietê em bem menores proporções de tamanho e poluição, acredito.)

Todo surfista gaúcho alguma vez na vida já sonhou que estava pegando onda no rio Guaíba, que na verdade se chama Lago Guaíba. Há milhares e milhares de anos atrás, o Guaíba, que desemboca na Lagoa dos Patos (parte em azul no mapa abaixo ), já foi mar. Ele está separado em um de seus pedaços por uma faixa de terra que é o litoral gaúcho. As praias do lago Guaíba em Porto Alegre são recortadas. Seriam perfeitas para receber ondulações.

O Guaíba e a Lagoa dos Patos entre o surfe e Porto Alegre

 

“Porto” ia ser tipo um Rio de Janeiro. Já foi há milhares de anos… Pena que não deu para pegar as ondas que quebraram lá.

Mas o ser humano é muito inventivo e não se rende a pequenos acidentes geográficos. O fato é que ninguém contava com o indomável espírito do surfe que tomou a gurizada que surfou nas águas do dilúvio. Um lendário amigo meu que de vez em quando soltava uma história para lá de inverossímil, chegou a dizer que uns amigos dele surfaram no Guaíba em dia de vento forte. Sei lá se era verdade ou não. O fato é que no mundo 2.0 é bem mais fácil de documentar as façanhas, essas histórias de pescador…

Eis abaixo o vídeo dos surfistas de rio.

E o ponto que eu queria fazer com o post de ontem é a poluição. Prestaram atenção no vídeo como o lixo flui? Os caras tiveram coragem de surfar no meio desse lixão líquido. Devem ter ficado com algum problema de pele, não é possível… Houve quem os chamasse de irresponsáveis, um bando de moleques querendo chamar a atenção. Li a versão deles e gostei do ângulo que deram para a ação: o de chamar a atenção para o problema, mesmo que tenha sido pós-aventura:

Milhares de comentários surgiram e iam do “nossa que legal” até o “babaca que não tinha mais nada para fazer e quis chamar atenção”. Todos estavam cientes dos riscos que estavam correndo e quão grandes estes eram. Por isso, o ato não foi realizado no intuito de promover novas aventuras arriscadas na capital ou em qualquer lugar que proporcionasse condições perigosas. Bem pelo contrário, nossa maior infelicidade seria se alguém tentasse realizar o mesmo e se prejudicasse de alguma maneira.
Revendo os vídeos, nota-se que ali não está registrado somente um momento de uma aventura maluca, e sim a notável e absurda a quantidade de garrafas, sacolas e todos objetos inimagináveis que eram levados pela correnteza.

Até acho que não tinham o propósito de fazer isso para chamar a atenção para a poluição, mas funcionou – e bem. O video foi parar em grandes veiculos de comunicação e virou assunto. Confirmando a máxima de quem sempre há espaço para ações novas e inventivas de comunicação. Até lembrou uma ação do Greenpeace.

Não conheço Nelson, Ricardo ou Juliano, mas fica aí a homenagem aos radicais surfistas do Dilúvio e uma sacada que tiveram parapotencializar um pouco mais a ação.

Camiseta do Surf no Dilúvio

Para outros tipos de esportes radicais ‘desconstruídos’, clique aqui (piscina de ondas) e aqui (simulação de skate em prédio de POA).

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Comunicação, Mundo 2.0, Surfe, Sustentabilidade

3 Respostas para “O surf no arroio Dilúvio em Porto Alegre

  1. Mais um belo gol deste bom blog: bebebe…

  2. Carissimo assiduo leitor, Pepe. Afinal de contas, para quando ficou nosso almoço? Abraço

  3. Pingback: O melhor de 2010 (final) + inspiração para 2011 | A Ficha Caiu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s