Moradia em cartão postal à venda para muitos desligados


Na semana passada, recebi um e-mail do Instituto Akatu falando de um projeto que haviam acabado de lançar com a Globo, no Fantástico. No Twitter, brinquei que só o Akatu para reanimar, reavivar, ressuscitar o Fantástico, que vê a audiência em níveis para lá de baixos. E por quê o Akatu conseguiu essa façanha?

Por que lançou uma ideia genial: avaliar a percepção e reação das pessoas frente a projetos imobiliários em cartões postais de importantes cidades brasileiras. Um trecho do e-mail:

A reportagem mostrava empreendimentos imobiliários de luxo fictícios, ocupando e modificando cartões postais brasileiros nas cidades de Recife, Guarujá, Florianópolis, Brasília e Rio de Janeiro.

A matéria mostrou que a primeira reação das pessoas aos empreendimentos é de aprovação, ainda que o impacto sobre as localidades seja gigantesco. O objetivo da matéria era gerar reflexão e demonstrar da forma mais lúcida possível o impacto de uma compra no limite da caricatura.

Eis o vídeo (não funcionou para colocar direto aqui no blog…):

Link http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1221247-7823-EMPREENDIMENTOS+IMOBILIARIOS+SAO+UM+TESTE+PARA+GRANDES+CIDADES,00.html

Bom, fiquei chocado com o que vi. A reação de alguns ‘panacas’ (desculpe o termo, mas não consigo qualificar de outra forma), dizendo que “projetos ousados como aqueles são legais porque em Dubai está cheio” é de causar vergonha alheia. Pior que isso, só os números finais da pesquisa:

Empreendimento nas Areias da Boa Viagem, em Recife

61% aprovaram o empreendimento;

22% criticaram a idéia

17% não se manifestaram;

Empreendimento na Praia de Pitangueiras, no Guarujá:

59% das pessoas gostaram da idéia de construir o prédio na areia

31% foram contra o projeto

9% não deram opinião

Ilha artificial em plena Lagoa da Conceição, em Florianópolis

41% foram a favor da construção;

12% foram contra
46% não se manifestaram;

Ilha artificial no Lago Paranoá em Brasília

75% aprovaram a idéia

18% não deram opinião

7% foram contra

Duas torres no Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro

49% rejeitaram a idéia;

39% gostariam de morar no Pão de Açúcar

12% não se manifestaram

Ainda temos um longo caminho pela frente para conseguir mostrar os impactos negativos das nossas compras, assim como a importância do consumo consciente. Peças como essas do Akatu são um atalho nesta caminhada.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Moradia em cartão postal à venda para muitos desligados

  1. Gabi

    Ro,

    É trágico, mas eu rolei de rir com o rapaz que já esteve em Dubai.

    Apesar da caricatura do empreendimento, a verdade é que esses condomínios de luxo construídos ao redor de Sao Paulo usam o mesmo apelo – a natureza – e colocam uma pressao enorme sobre o que resta da mata atlântica. Sem mencionar os horrores que acontecem no litoral. Oh, vida!

  2. Exatamente… há condomínios na região de Bertioga, que ainda tem trechos bastante preservados… sabe o que é pior, pior? Que dá vontade de comprar, pois é preservado… é uma baita incoerência, eu sei, mas é que por ali há altas ondas!! O ser humano é mesmo um poço de contradição…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s