As cinzas do vulcão no caminho


Lisboa, abril, 2010, upload feito originalmente por Rodrigo VdaC.

O plano era visitar o Tâmisa e o Siena, mas acabamos foi no Tejo. A erupção do impronunciável vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, fez com que até 20 000 voos fossem cancelados na Europa. Dentre eles, o nosso.

Depois de confirmado o cancelamento, em pouco menos de 4 horas, refizemos totalmente o roteiro. Foram os dois lados da mesma moeda, a interdependência global. Se os impactos das cinzas do vulcão fizeram com que o prejuízo fosse estimado em 200 milhões de dólares por dia aos países europeus, somente a interdependência possibilitou que as reservas de um hotel fossem derrubadas e novas fossem feitas em 4 horas. Do outro lado do Atlântico.

Mas isso é pouco perto dos impactos que o vulcão islandês causou.
Um casal que viajaria conosco estava indo para um casamento na França, dia 23, 6a feira. Só que havia um detalhe: o casamento era da irmã desta nossa companheira de viagem. E ela também estava no Brasil!. Ela deve conseguir embarcar nos próximos dias.

No site My Way, havia alguns relatos de como a interdependência fica clara com eventos extremos como estes.

Uma mãe na Romênia fica preocupada por ter de organizar o casamento do filho no Texas. Um florista em Nova Iorque se preocupa com os produtos que podem não chegar. Pacientes esperando tratamento na Nigéria precisarão esperar pelos médico por outra semana.

E não há nada que se possa fazer. A natureza ainda é muito mais forte que a vontade dos homens. E provavelmente sempre será.

—————-

Atualização, 6h15, 19 de abril: o NY Times publicou hoje um editorial falando sobre isso, sobre a interconectividade crescente do mundo e sobre o fato de que nossas vidas ainda serem comandadas pela natureza. Clique aqui

3 Comentários

Arquivado em Interdependência, Mundo 2.0, Viagens

3 Respostas para “As cinzas do vulcão no caminho

  1. Mic

    Uau, Rô, que foto linda! Aproveitem bastante, seja qual for o roteiro, tá? E manda um beijo pra Ju!

  2. Gabi

    Ro,

    Esqueci de dizer que se tiverem tempo para ir ao Porto vale muito a pena.

    Abracos grandes pra vc e a Ju.

    Gabi (“trancada” na Alemanha)

  3. Douglas

    Meu,

    vc ficou preso muito próximo da Europa eihn? rs…

    brincadeiras a parte, aproveite nossa terra mãe. Lisboa é hoje a capital mais encantadora do velho continente.

    [s]
    Doug

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s