Arquivo do mês: novembro 2011

Amazônia tóxica, o documentário

Zé Cláudio na frente da Castanheira (foto de Felipe Milanez)

Logo depois que o Zé Cláudio morreu, apesar de ter avisado no palco do TEDxAmazônia que isso ia acontecer, nosso amigo Indiana Jones, o jornalista Felipe Milanez, estava lá, onde Zé Cláudio morava, para ajudar os que tinham ficado. Tarimbado e frequentador assíduo da Amazônia, Felipe conhece a região como poucos. Conhecimento que foi bem aproveitado na realização do filme Amazônia, na série Toxic, da Vice. Aí está contada em alguns detalhes a história da morte de Zé Cláudio e sua esposa Maria, o aumento do arco de desmatamento, a viagem por quilômetros e quilômetros de estrada em áreas devastadas até o depoimento fascista de um deputado que acha que as pessoas que defendem a floresta estão atrapalhando o desenvolvimento do Brasil.

Enfim, um show de horror de dar vergonha alheia.

(Este documentário vem em boa hora no momento em que a discussão de Belo Monte está muito quente. Aliás, quem não viu, precisa conhecer a campanha abaixo do Movimento Gota D’Água. Muito bem executada e já com bons resultados!)

Deixe um comentário

Arquivado em Comunicação, Sustentabilidade

27 metros – A maior onda já surfada

No mundo do surfe, existe uma busca para surfar uma onda de 30 metros. Uma onda de 100 pés, na métrica dos surfistas. São monstros oceânicos que só permitem serem cavalgados por meio do tow-in, uma técnica que possibilita que um surfista coloque o outro em uma onda por meio do jet-ski. Desta maneira, há velocidade suficiente para conseguir dar conta de deslizar mais rapidamente que a velocidade da onda — algo que não seria possível na remada.

No ano passado, um brasileiro, o Danilo Couto, ganhou o título de maior onda surfada na remada. O drop (descida na onda) que o fez ganhar foi uma insanidade. O palco era Jaws (mandíbulas), uma das ondas mais perigosas do mundo. Chamada de Pea’hi, em havaiano.

Danilo Couto desce uma onda de 20 metros na remada. Foto: Erik Aeder (revista Trip)

Nesta semana, Garrett McNamara, um cara nascido longe do mar, em Milwaukee, nos EUA, surfou uma onda calculada em 27 metros, a maior já surfada até agora. As imagens são impressionantes.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=dyBzYCEyUlE]

São de dar medo, mas ainda acho que o amigo de Garret, Laird Hamilton, surfou uma onda ainda mais cavernosa, esta abaixo, em Teahupoo, no Haiti. 

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=pYQQtxb8wv0]

E o mais próximo que algum dia chegarei destas ondas gigantes surfando é por tabela, com meu amigo Pedro “Manga” Aguiar, a grande inspiração aquática deste blog. Manga estava em Teahupoo no maior mar já surfado por lá. Surfe gigante é um esporte diferente. Exige dedicação total. Não é coisa para final de semana. No ano 2000, passei dois meses com meu irmão e um grupo de mais 4 amigos surfando na Indonésia. Todos voltaram para suas vidas normais, mais cedo ou mais tarde. Menos o Pedro Manga. A vida normal dele é viajar pelo mundo, em busca das grandes ondas. A recompensa está abaixo. Põe pra baixo, Pedruglio!

Pedro Manga colocando para baixo em Teahupoo, no Taiti

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=Ogm_OZ8xpTE]

 

>> Para quem quiser saber mais, vale a pena ler o livro “A Onda”, escrito pela jornalista Susan Casey, sobre aquecimento global e as incríveis ondas de mais de 30 metros que andam aparecendo por aí. 

1 comentário

Arquivado em Surfe

Qual o seu sonho brasileiro?

Os jovens brasileiros e a vontade de mudar o mundo colocada em prática.

Gosto demais da frase: “Existe um momento na história de uma nação em que ela está tão acordada, que começa a sonhar”. Faz todo o sentido para o momento que o Brasil vive.

Entre lá e conte seu sonho: http://www.osonhobrasileiro.com.br

1 comentário

Arquivado em Ideias, Nova Sociedade, política, Sustentabilidade