Arquivo da categoria: Inspiração

A mólecula do amor

Texto publicado originalmente na revista Vida Simples, edição de 12/2011.)

Mente: o desafio é fazer o elefante e o condutor conversarem

Livro recebido de presente vai para o topo da lista da cabeceira. Nunca me arrependo desta máxima em que resolvi apostar. Não foi diferente com “The Happiness Hypothesis”, de Jonathan Haidt (infelizmente sem tradução em português), que ganhei de presente de um amigo que conheci no TED Global, em 2010, em Oxford, na Inglaterra. Meio ano depois, tive a oportunidade de reencontrá-lo e falar para ele o quanto este livro havia transformado minha vida e o jeito de ver o mundo.

Haidt é um psicólogo que estuda a moralidade e as emoções ligadas à moral. Este é o pano de fundo do livro, que trata de 10 grandes ideias, uma para cada capítulo. Haidt descreve estas ideias com base no conflito diário que nossa mente trava entre o que ele chama de elefante e o condutor. A parte consciente da mente é o condutor, que tem apenas um controle limitado do elefante, o inconsciente. O desafio é fazer com que os dois trabalhem de forma integrada, controlando — ou tentando controlar — nossas reações.

Haidt acredita que hoje existem três maneiras de fazer a mente trabalhar de maneira diferente, ajudando pessoas com uma “constituição infeliz” a verem o mundo de forma mais positiva. Uma das três maneiras é uma prática milenar, a meditação. As outras duas são mais modernas: terapia cognitiva e Prozac. De certa maneira, apesar de uma delas ser remédio, para casos extremos, é reconfortante pensar que o bem-estar da mente e a felicidade dependem basicamente de três coisas que podem um dia estar ao alcance de todos. Mas talvez exista algo mais fácil e quase instantâneo.

Nos estudos que fez para o livro, Haidt descobriu o poder de conexão da oxitocina e foi lá a primeira vez que ouvi falar deste hormônio. O livro fala de um estudo que mostra como a oxitocina foi liberada em mães latentes mais do que o normal somente por verem um video inspirador de um músico que recebeu ajuda do professor para largar a vida de gangues de rua.

Até já havia falado aqui da oxitocina, mas a  boa nova é que agora a palestra do neuroeconomista Paul Zak está no ar (http://bit.ly/tpiAvx). Em pesquisas aprofundadas, Zak descobriu que a oxitocina se manifesta em relações de confiança. Ele fez testes envolvendo transferências de dinheiro, em casamentos e até em saltos duplos de paraquedas. Zak descobriu que quanto mais confiança, mais oxitocina, mais confiança… A oxitocina é liberada quando nos sentimos bem, quando nos sentimos parte de algo maior, quando a confiança está no ar.

Ao final de sua palestra, lembrou que existe um jeito muito fácil de fazer o corpo produzir oxitocina: por meio de abraços. Oito por dia, mais especificamente. Ele ainda brincou que é chamado de Dr. Amor por causa disso. Mas esta é uma brincadeira muito séria. O amor é a base da vida em sociedade, a base da confiança. É o sentimento que nos torna possíveis como grupo social. É o que em, última instância, nos faz feliz. Então, além da meditação, terapia cognitiva e Prozac, quem sabe abraços para nos sentirmos melhor?

(veja aqui a palestra de Paul Zak no TED)

5 Comentários

Arquivado em Educação, Felicidade, Inspiração, Interdependência

O que é importante

Texto publicado originalmente na revista Vida Simples, edição de 11/2011)

Aqui há muita coisa que importa

Em agosto passado, fui até a Ilha Grande, no Rio de Janeiro, para organizar um TEDx in a Box, programa piloto do TED para eventos com poucos recursos. O público foi a brigada mirim ecológica, formada por jovens na faixa dos 14 anos que realizam ações ambientais na ilha.

Estávamos preparando o evento na Vila de Abraão, a comunidade principal da ilha. Era um dia de semana, com céu cinza, contrastando com a água verde-esmeralda da baía. Um dia ordinário na Ilha Grande. De repente, no casarão onde o evento seria realizado, surgiu a Neuseli. Na casa dos 50 anos, por volta de 1,60 metro, cabelos curtos brancos, brancos, Neuseli roubou a cena quando chegou contando sobre o livro Onde Deixei meu Coração, que havia escrito sobre a praia do Aventureiro, a dez horas de caminhada dali (somente carros oficiais circulam na ilha).

Neuseli tinha acabado de chegar de Aventureiro e no dia seguinte já iria voltar, como se estivesse indo na esquina comprar pão. Ela esbanja vitalidade e – mais importante – felicidade. Aproveita como ninguém a liberdade de ir e vir, ainda mais porque já se discutiu a retirada de moradores para preservar a praia de Aventureiro. Mais recentemente levantou-se a discussão sobre transformá-la numa Reserva de Desenvolvimento Sustentável, assim os moradores não precisariam sair de lá.

Em entrevista a um site, Neuseli diz que a maioria da comunidade não quer se mudar. “Sabemos conviver com a natureza. Queremos o direito de permanecer nesta localidade e meios dignos de sobrevivência, como plantar, pescar, fazer turismo (…).”

Vendo sua disposição e alegria de pertencer àquele lugar, eu me lembrei, primeiro, de um amigo que escreveu no Twitter dia desses: “Onde tem natureza, não tem miséria”. Em seguida, me veio a imagem de uma família de balinesas com quem convivi por dois meses entre as sessões de surfe numa viagem para a Indonésia. Eram mulheres que tinham apenas roupas, uma casa humilde, comida e família. Sua fonte de renda eram as massagens que faziam em pequenas construções de madeira nas praias paradisíacas de Bali. Não pegavam trânsito, não se atrasavam para os compromissos, não tinham dívidas para pagar a TV de LCD e não queriam sair de lá. Mais conforto poderia ser bom para elas, mas, sem saber disso, viviam a vida com sorrisos no rosto.

Vendo a felicidade da Neuseli e lembrando-me das balinesas, comecei a pensar na vida agitada da cidade, na poluição das grandes metrópoles, no trânsito, na sedução do consumo… E continuei pensando, até pegar o avião de volta para São Paulo, entrar novamente na rotina agitada e encontrar um tempo para escrever este texto…

7 Comentários

Arquivado em Felicidade, Inspiração, Interdependência, Sustentabilidade

Procura-se palestrantes para o TED2013

Agora, você pode ser um palestrante do TED2013. Veja como!

E o TED, inspirado no fenômeno dos TEDx pelo mundo, dá um novo passo na missão de projetar pessoas e trabalhos incríveis via ideias que merecem ser espalhadas. Entre abril e junho de 2012, os curadores do TED farão uma busca mundial por possíveis palestrantes que possam se somar às mais de 1000 palestras que já estão disponíveis gratuitamente no site www.ted.com e que já foram  vistas mais de 400 milhões de vezes pelo mundo todo.

A ideia é garimpar em diferentes e inesperados lugares do planeta gente que tenha algo relevante para contar ao mundo. Para isso, serão feitas audições em 14 cidades do mundo, inclusive em São Paulo, a única localidade na América Latina.

Nestas 14 cidades (Doha, Londres, Joanesburgo, Nairobi, Tunis, Shangai, Bangalore, Seoul, Sydney, Tokyo, Vancouver, Nova Iorque, São Paulo e Amsterdã, pela ordem), os organizadores selecionarão os melhores candidatos para fazerem palestras de até 18 minutos no TED2013, em Long Beach, na Califórnia. O tema da conferência será: “The Young. The Wise. The Undiscovered”.

A audição do TED em São Paulo acontecerá no dia 11 de junho, em local ainda não definido. As inscrições para os participantes a serem escolhidos pelo TED ocorrerão entre os dias 3 e 23 de abril através de uma plataforma online. Os participantes poderão adicionar vídeos que mostrem por quê devem ser escolhidos para as palestras nas cidades. A partir das inscrições, serão escolhidos pelos organizadores até 30 palestrantes para participar da etapa de São Paulo. Todas as falas da audição serão gravadas e alguns dos vídeos poderão até ser publicados no site do TED (www.ted.com).

As palestras deverão ser feitas em inglês e em um período de no mínimo 3 e no máximo 6 minutos. A palestra a ser dada no TED 2013, no entanto, poderá ser ministrada em até 18 minutos. Todos os custos de viagem, hospedagem e alimentação dos vencedores será coberto pelo TED.

O TED está procurando pessoas que possam se destacar nos seguintes tópicos:

  • O Inventor: que divida uma invenção com potencial para mudar o mundo
  • O professor: que divida conhecimento de maneira memorável para jovens ou adultos
  • O prodígio: jovem talento pronto para emergir
  • O artista: que possa mostrar seu trabalho de uma forma completamente diferente
  • O performista – música, dança, comédia, drama… ou algo totalmente diferente
  • O sábio –  a sabedoria que o mundo precisa por aqueles que aprenderam do jeito mais difícil
  • O entusiasta: com paixão contagiosa pelo tópico que escolher falar
  • O agente de mudanças: que ajude a moldar o mundo com um trabalho que realmente importa
  • O contador de histórias: intenso, original e significativo… com um talento para se conectar
  • O que despertará a faísca para mudança: com uma ideia poderosa que valha a pena espalhar

Procura-se gente nova: os candidatos não podem ter participado em alguma conferência do TED ou ter seu vídeo publicado no TED.com.

Esta é uma excelente chance de pessoas incríveis poderem mostrar seu trabalho para o  mundo. Você pode ajudar espalhando esta boa nova e ajudando a encontrar possiveis palestrantes. Aguarde mais informações e prepare-se para ajudar a montar o programa do TED2013 com suas indicações!

10 Comentários

Arquivado em Ideias, Inspiração, Uncategorized

“10 coisas que aprendi com o mar”

"It is in the water where I center my emotion" - Bali, 2000 - photo by Rodrigo V Cunha

Neste final de semana, rolou mais uma sessão de bate-e-volta de surfe com amigos conectados virtualmente. É um grupo fechado, só com gente conhecida. Quando alguém está com vontade de surfar, joga lá no grupo e espera resposta. Teve uma época em que eu não ia surfar porque faltava parceria. Neste sábado, fomos em quatro no carro. As belezas do mundo virtual e das redes sociais!

Mas não era isso que eu ia comentar aqui e sim este vídeo abaixo, de Lorenzo Fonda, que gravou estas cenas durante uma viagem de navio Portland Senator, na rota entre Los Angeles e Xangai, em dezembro de 2008.

O texto está em inglês, então aqui vão os 10 aprendizados para todos acompanharem.

1. O mar vai te seduzir para o esquecimento

2. O mar é infinitamente maior do que eu.

3. O mar é um espelho. Se eu estou feliz, ele será feliz. Se eu estou triste, ele será triste.

4. O mar não sabe que horas são, porque as horas vivem no mar mesmo.

5. O mar é uma criatura viva, e nenhum movimento de respiração é igual ao anterior.

6. O mar vai te dar um chute na bunda, não interessa porque e a qualquer momento.

7. O mar vai te chatear até não poder mais.

8. Ou pode te fazer sentir como se tivesse seis anos de idade.

9. O mar é como céu e inferno. E uma alma só pode tentar adivinhar o que tem lá embaixo.

10. O mar sabe de algo que não sabemos.

9 Comentários

Arquivado em Inspiração, Surfe

“É para espalhar”

Edimburgo, palco do TEDGlobal 2011

No mês passado, comecei a escrever uma coluna na revista Vida Simples. A ideia é falar sobre o movimento do TED e TEDx no Brasil. Trazer ideias, percepções, coisas que estão rolando na cada vez maior comunidade envolvido com o TED no Brasil. Obviamente, convidar para escrever esta coluna foi o mesmo que perguntar: “macaco, quer banana?”, já que não é novidade para ninguém que este blog é admirador do conceito do TED de espalhar boas ideias pelo mundo.

 

Então, aí vai o texto da primeira coluna. A segunda já está nas bancas. Vai lá! 😉

É para espalhar

Certo dia estava tentando dar conta dos invencíveis e-mails quando chegou mais um que iria mudar razoavelmente minha vida. Era de uma amiga, despretensioso. Apenas compartilhava mais um link na internet. Só que aquele não era mais um e-mail. Ele vinha carregado de ideias gratuitas. Mais especificamente TED Talks.

Corta.

Em 1984, alguns profissionais da área de tecnologia se reuniram para fazer um evento fechado e discutir Tecnologia, Entretenimento e Design, as iniciais para TED. Foi um sucesso crescente, mas só para poucos, com preço alto. Então, em 2006, aconteceu a primeira revolução no negócio do TED. O atual proprietário da conferência, Chis Anderson (não confundir com o editor homônimo da revista Wired), resolveu distribuir na web gratuitamente as palestras que havia sido gravadas nos encontros.

Foi um sucesso instantâneo, muito pelo formato, com falas de 18 minutos de duração, talhadas para o mundo em que vivemos, com informações trafegando na velocidade da luz. (Existe uma teoria lógica por trás desta duração, mas este é assunto para uma próxima coluna.)

Mais do que rápidas, as falas do TED prendem porque são bem-feitas. Tanto que quase todas as pessoas que conheço ficam viciadas quando conhecem. Já foram vistas cerca de 400 milhões de vezes pelo mundo., traduzidas em mais de 80 línguas por uma legião de mais de 4 000 voluntários.

O sucesso das palestras provocaram a segunda revolução no modelo do TED.

As duas conferências anuais do TED (na Califórnia e na Europa, este ano em Edimburgo) ficaram pequenas. E assim nasceu o TEDx, uma ideia genial. Qualquer pessoas pode organizar uma conferência inspirada no TED, mas de maneira independente. Desde a criação do conceito em 2009, foram feitas  mais de 1000 pelo mundo. No Brasil, tivemos cerca de 15 e teremos outras tantas até o final deste ano. Há videos incríveis das palestras, que podems ser encontradas no site ted.com/tedx .

Corta e volta ao e-mail que minha amiga enviou. Depois daquilo, convenci colegas a patrocinar o primeiro TEDx no Brasil e até organizei um na empresa em que trabalhava. Depois, ainda fiz parte de um time incrível que organizou uma incrível maluquice: o TEDx Amazônia, para 500 pessoas, durante dois dias, em um hotel flutuante no meio da floresta. Só para espalhar ideias… E de tanto querer participar e levar adiante esta ideia, recebi e aceitei o honroso convite da direção do TED para ser o “embaixador “dos TEDx na América Latina. O papel, voluntário, é simples: ajudar todos os que queiram espalhar estas ideias. Conversaremos mais sobre isso por aqui, a partir de agora.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração, Mundo 2.0, Nova Sociedade

Como foi o TEDGlobal em Edimburgo

Na semana passada, estive em Edimburgo, para acompanhar o TEDGlobal.

Além da tradicional cobertura em twitter (abaixo), fiz um post para cada dia de evento no site Papo de Homem.

Segue aqui o registro com os links para cada um dos dias:

[TEDGLOBAL] NOTÍCIAS DE EDIMBURGO – PARTE 1

[TEDGLOBAL] NOTÍCIAS DE EDIMBURGO – PARTE 2

[TEDGLOBAL] NOTÍCIAS DE EDIMBURGO – PARTE 3

[TEDGLOBAL] NOTÍCIAS DE EDIMBURGO – PARTE 4

 

E aí vão os tweets da cobertura do evento:

  • RT @TEDNews: Chris Anderson: It’s a beautiful truth that all knowledge is connected. And now: It’s time for #TED!
  • RT @bilalr: #TEDGlobal’s 1st speaker @LeeCronin asks “what is life? can we make matter alive? where did life come from? came from stuff”
  • RT @jobsworth: From the selfish gene to selfish matter. Making dead stuff come alive. Cronin at #TEDGlobal
  • A vida demorou milhões de anos para surgir. Estamos propondo fazer isso em algumas horas. @leecronin #TEDGlobal
  • RT @richny: the chance that non-carbon based life is existing on other planets is 100%, says Cronin #TED
  • Now, Annie Murphy Paul on Stage to speak about learning. #TEDGlobal
  • Os anos mais importanes para o aprendizados são os primeiros. Na verdade, começarmos a aprender no útero. #APMurphy #TEDGlobal
  • “We are learning about the world even before we enter”Annie Paul Murphy #TEDGlobal
  • Os bebês reconhecem músicas de shows na TV que as mães assistiam enquanto ainda estavam no útero. @anniemurphypaul #TEDGlobal
  • RT @richny: fetuses also learning taste and smell in the womb, says @anniemurphypaul #TED
  • “Os fetos incorporam as emoções das mães ainda no útero para formar sua personalidade” Mantenham a calma, mamães! 😉 #TEDGlobal
  • Suffered it when adults RT @richny: Dutch “hunger winter of 1944-5” affected 40,000 fetuses in utero, says @anniemurphypaul Annie Paul #TED
  • Review no NYTimes sobre o trabalho de @anniemurphypaul http://nyti.ms/d6kDh9 #TEDGlobal
  • “Cientistas pesquisaram filhos de mães afetadas pelas mortes nas torres gêmeas e descobriram que o pós-trauma afetou bebês”. #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: @AnnieMurphyPaul #TEDGlobal: This isn’t about blaming women 4 what happens in pregnancy. It’s about how to best promote health.
  • Now, Rebecca MacKinnon – http://en.wikipedia.org/wiki/Rebecca_MacKinnon #TEDGlobal Being very ironic about Apple and censorship
  • .@rmack mostrou esse video http://bit.ly/G0KdI s/ libertadade da informação e contrapôs a atos de censura recentes da Apple #TEDGlobal
  • RT @brainpicker: “What people can and cannot do with information has more effect than ever on the exercise of power in the world.” @rmack
  • A soberania do ciberespaço. Quem está no controle mesmo? líderes dos países ou corporações? #TEDGlobal @rmack
  • RT @TEDNews: .@RMack at #TEDGlobal: We do not have good answers for balancing security and free speech on our digital networks.
  • . @rmack shows now the world map of social networks. Facebook is gonna rule the world >> http://bit.ly/15xHQi #TEDGlobal
  • The most important thing to ask now is how to make sure that the internet evolves in a citizenship-centric manner @rmack #TEDGlobal
  • RT @richny: we need a broader and more sustained internet freedom movement, says MacKinnon #TED
  • how can we hold power accountable on the internet? @rmack #TEDGlobal
  • RT @brainpicker: “We’ve a vital part to play in building a world in which government+tech serve the world’s people, not other way around.”
  • uma voz impressionante RT @TEDNews: The glorious @DanielleDeNiese is singing — Chris calls her “the voice that launched a thousand ideas!”
  • Unequal societies is where you find the biggest social problems. @TEDchris #TEDGlobal
  • Now Richard Wilkinson – Life expectancy in rich countries is no longer related to National income per head” #TEDGlobal
  • Review do Guardian sobre livro de Richard Wilkinson – http://bit.ly/IAKWM #TEDGlobal
  • “The national wellbeing of our societies is not anymore related to national income per head” – Richard Wilkinson #TEDGlobal – this is huge
  • RT @jobsworth: Richard Wilkinson: people in more unequal societies trust each other less. 15% in unequal, 60% in less unequal #TEDGlobal
  • Mental illness is more common in more unequal societies – Richard Wilkinson #TEDGlobal
  • Social mobility is lower in more unequal countries – Richard Wilkinson #TEDGlobal
  • Se os americanos querem viver o sonho americano, eles deveriam ir para a Dinamarca. – Richard Wilkinson #TEDGlobal
  • Inequality is a social pollution – Richard Wilkinson #TEDGlobal
  • Vale ler artigo de Andre Lara Resende s/ desigualdade e bem-estar em linha c/ fala de Richard Wilkinson – #TEDGlobal http://bit.ly/pBYCYU
  • RT @richny: we can improve the real quality of human life by reducing the differences between us, says Wilkinson #TED
  • Sustainability is much easier to reach if you reduce the inequalities – Richard Wilkinson #TEDGlobal
  • Now Philip Blond, english political thinker, http://bit.ly/pTw1zd , speaking about fragmentation of society #TEDGlobal
  • Western societies are no longer capable of producing good groups, therefore no good individuals – Philip Blond #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Phillip Blond at #TEDGlobal: If you want to tackle evil, you have to name it: asset inequality, the destruction of society.
  • Hassan Elahi , media artista, now on stage at #TEDGlobal. Talking about privacy. http://elahi.umd.edu/
  • RT @brainpicker: Hasan Elahi is the subject of the book Bursts: The Hidden Pattern Behind Everything We Do http://j.mp/pgJDoZ #TEDGlobal
  • Hasan Elahi caiu na lista do FBI por engano e ele decidiu tornar pública a vida dele para facilitar a vida do FBI #TEDGlobal elahi.umd.edu
  • RT @kmgong: #TEDGlobal Hasan Elahi’s live tracking site: http://bit.ly/XAyI7. You can actually see that he is at #TEDGlobal.
  • Now, Maajid Nawas on stage. Anti-extremist activist. http://www.quilliamfoundation.org/maajid-nawaz.html #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Maajid Nawaz: In history, identity was defined by religion/race. Now it’s the age of behavior, defined by idea and narratives.
  • “We’re all creating an archive of our own lives, whether we’re aware of it or not.” Hasan Elahi #TEDGlobal (via @brainpicker)
  • movimentos sociais são feitos de ideias, narrativas, símbolos e líderes – Maajid Nawas #TEDGlobal
  • Democracy will grow when not imposed, but stimulated to grow as grassroots movement. Maajiz Nawaz #TEDGlobal (great talk)
  • RT @TEDNews: Maajid Nawaz: People should vote IN an existing democracy, not FOR a democracy #TEDGlobal
  • Agora, Justin Hall-Tipping vai falar sobre nanoenergia #TEDGlobal
  • E se os maiores problemas que temos pudessem ser resolvidos nos menores lugares? Justin Hall-Tiipping sobre nanotech #TEDGlobal
  • E se controlássemos a essência da energia, o elétron? Justina Hall-Tipping #TEDGlobal The power plant of tomorrow is no power plant.
  • RT @richny: Justin HT at #TED says carbon nanotube 1,000 x more conductive than copper…can be reflective or allow energy to go thru window
  • RT @TEDNews: Justin Hall-Tipping: Energy — clean, efficient energy — will one day be free #TEDGlobal
  • J. Hall-Tipping turns emotional w/ picture that he carries for 14 years of a girl dying thirsty: “by every means this is wrong” #TEDGlobal
  • Now the video of a man flying with personal wings. The jetman! http://www.youtube.com/watch?v=j-66AcTo9TU Yves Rossi #TEDGlobal http://www.jetman.com
  • yves rossi and his invention: “it really feels to be a bird” #TEDGlobal http://lockerz.com/s/119476478
  • O Jetman Yves Rossi voa a 300 km/hora! http://www.youtube.com/watch?v=j-66AcTo9TU http://www.jetman.com #TEDGlobal
  • RT @richny: Rossy uses four kerosene engines and has two parachutes #TED
  • Yves Rossi continua voando se um dos quatro motores falha e tem páraquedas para ele e para as asas. #TEDGlobal http://www.jetman.com
  • RT @itsanjali: “Always have a Plan B.” “Respect of a pioneer in front of Mother Nature.” #jetman #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Israeli singer/songwriter Asaf Avidan blends folk rock and blues http://mymojolove.com/ #TEDGlobal
  • really really good “@mickyates: Asaf Avidan – a voice like Joplin – amazing @asafmojo #TEDGlobal … Album at j.mp/pUpGhi”
  • agora a brasileira Julia Bacha no #TEDGlobal . É + uma entre + de 20 amigos brasileiros por aqui. Estamos nos globalizando!!
  • Filmmaker Julia Bacha works to peacefully end the conflict between Israelis and Palestinians. justvision.org/budrus #TEDGlobal
  • Julia Bacha: I spend my days filming dozens of Palestinians using nonviolence, but most of you have never heard of them. #TEDGlobal
  • nada assusta + as forças armadas do q 1 manifestação pacífica – frase no documentário de Julia Bacha s/ palestina #TEDGlobal
  • Julia Bacha: What’s missing for nonviolence to grow: for us to pay attention to Palestinians already adopting nonviolence. #TEDGlobal
  • Julia Bacha: To end conflict in the Middle East, transform nonviolence into a functional behavior by giving it attention. #TEDGlobal
  • Julia Bacha: Even an independent film can transform nonviolence into a functional behavior. Imagine what mainstream media could do#TEDGlobal
  • session 3 – coded patterns about to start #TEDGlobal – letscolourproject.com shown. must see video
  • o físico geoffrey west está no palco agora. a cada semana as cidades terao 1 milhao de pessoas a mais até 2050 #TEDGlobal
  • very few cities fail, all companies does – why? geoffrey west #TEDGlobal
  • as geofry west is saying, look at this – what if the hamster grew like economy does – youtube.com/watch?v=Sqwd_u… #TEDGlobal
  • dobrar o tamanho das cidades aumenta em 15% tudo: coisas boas e más. gente criativa, renda, crimes, doenças etc – geoffrey west #TEDGlobal
  • Geoffrey West: There are laws for organisms because they are made of networks. Is the same true of cities and corporations? #TEDGlobal
  • shoguei shigematsu no palco agora sobre arquitetura dentro da caixa. pensando dentro da caixa também é bom #TEDGlobal
  • great work of shohei shigematsu: boxes over boxes in jersey city worldarchitecturenews.com/index.php?fuse… #TEDGlobal
  • kevin slavin diz que vivemos no mundo dos algoritmos – areacodeinc.com/people/kevin-s… #TEDGlobal
  • kevin slavin is showing murmuration’s video in his talk youtube.com/watch?v=8vhE8S… #TEDGlobal
  • Shohei Shigematsu insight: “reboxing the box” worldarchitecturenews.com/index.php?fuse… #TEDGlobal
  • heroes! “@TEDNews: Kevin Slavin at #TEDGlobal: Algorithms acquire truth, they calcify and become real.”
  • allan jones do allen institute está fazendo um mapa do cérebro humano alleninstitute.org/about_us/staff… #TEDGlobal
  • Allan Jones: 20% of the blood pumped from your heart is surfaced on your brain. #TEDGlobal
  • distributed contributes to their function. #TEDGlobal
  • Allan Jones: There are about 86 billion neurons in our brain — how they’re
  • Allan Jones: Brain map is freely available for anyone to download and use in research. #TEDGlobal
  • Balazs Havasi has the Guinness record for being the fastest pianist in the world. Playing now at #TEDGlobal.
  • RT @brainpicker: It’s here! Highlights from #TEDGlobal “The Stuff of Life,” Day One, in exclusive photos and soundbites http://j.mp/nBizqt
  • Bom-dia/good morning – começou sessão 4 do #TEDGlobal. O historiador Niall Ferguuson está no palco.
  • A gde maioria das 106 bilhões de pessoas que viveram no planeta já morreram. A maioria na Ásia e a maioria pobre. #TEDGlobal N. Ferguson
  • Niall Fergusson falando agora sobre os experimentos entre comunismo e capitalismo na Alemanha e Coréia. Qual foi o melhor? #TEDGlobal
  • Na Alemanha Oriental, construíram Trabants, um dos piores carros ever, e na Alemanha Ocidental, Mercedes-Benz. Simplista, mas… #TEDGlobal
  • Niall Ferguson’s The Ascent of Money, a BBC financial history of the world, is free online http://j.mp/kMvQDR #TEDGlobal (via @brainpicker )
  • RT @richny: Average Korean today works 1000 hours a year more than Germans, says Ferguson #TED
  • Os EUA eram 20 vezes mais ricos q os chineses e agora são 5 vezes. Niall Ferguson e o fim do domínio ocidental. #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Niall Ferguson at #TEDGlobal: It’s quite hard to transition to democracy before you’ve established private property rights.
  • “I am not talking about the rising of east, but the rise of the rest. Brazil has a very bright future indeed.” Niall Ferguson #TEDGlobal
  • Yasheng Huang pergunta se a democracia ajuda ou atrapalha o crescimento econômico. Vai falar de China e Índia. #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Yasheng Huang at #TEDGlobal: Infrastructure does not guarantee economic growth. It is a result, not a cause.
  • A grande vantagem da China sobre a Índia é a educação (human capital). Yasheng Huang #TEDGlobal
  • Agora, o economista @timharford falando sobre o lado oculto da economia nas experiências diárias. Freakonomics generation… #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: .@TimHarford at #TEDGlobal: Show me a complex system that works, and I’ll show you a system that evolved through trial & error.
  • Cerca de 10% dos negócios nos EUA desaparecem a cada ano. A evolução pela tentativa e erro. @TimHarford #TEDGlobal
  • Até qdo vamos ter que falar de tentativa e erro p/ acabar c/ o complexo de Deus? É difícil admitir nossas fraquezas. @TimHarford #TEDGlobal
  • It is very difficult to make good mistakes. “@TimHarford #TEDGlobal
  • .@TimHarford fez uma grande apresentação sobre tentativa e erro. Prato cheio para empreendedores! #TEDGlobal
  • Just sitting besides @brainpicker without knowing it! I am a big fan of Maria Popova’s work. #TEDGlobal
  • Agora, Josette Sheeran do World Food Program, que serve 40 bilhões de refeições por ano. #TEDGlobal http://bit.ly/rhwUvw
  • A cada 10 segundos uma criança morre de fome. Mais do que malária, Aids e Tuberculose somadas. Josette Sheeran #TEDGlobal
  • Uma em cada 7 pessoas do mundo sente fome. Josette Sheeran #TEDGlobal
  • “Why do we have a billion people that can’t find food?” Josette Sheeran #TEDGlobal
  • RT @RichMulholland: In the 18-minutes it takes for Josette Sheeran to deliver her powerful #TEDGlobal talk, 108 kids will die of starvation.
  • .@JosetteSheeran desenvolveu um pacote de comida que custa 17 centavos de dólar e pode acabar com a desnutrição. #TEDGlobal
  • O tema da fome é recorrente. É sempre chocante ver imagens de crianças morrendo de fome. Como aceitamos isso como algo normal? #TEDGlobal
  • RT @LeonardoEloi: Josette Sheeran applies tech feeding solutions, figures and facts to fight successfully against hunger #TEDGlobal
  • Bolsa-família global? RT @volneyf: Josette Sheeran fala da inovação com ‘digital food’ – resgatar vales para se adquirir alimento #TEDGlobal
  •  .@JosetteSheeran diz que o Brasil está acabando com a fome mais rápido que em qualquer nação do mundo agora. #TEDGlobal
  • Agora falando Svante Paabo. Ele explora a evolução humano sequenciando DNA extraídos de ossos de nossos ancestrais. #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: “From a genomic perspective, we are all Africans.” — Svante Paabo at #TEDGlobal
  • “Se olharmos para órgãos internos, sem interação com o ambiente, não dá para saber a origem de alguém” Svante Paabo #TEDGlobal
  • “Neandertais são mais parecidos geneticamente com europeus e chineses do que com africanos” Svante Paabo #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Svante Paabo: When humans emerged, they were not alone on the planet. There were other humans: the Neanderthals #TEDGlobal
  • A pergunta de Svante Paabo: “os humanos se misturam com os neandertais”? #TEDGlobal Svante Paabo
  • Aqui o trabalho de Svante Paabo – http://bit.ly/nUyBvd #TEDGlobal
  • “Language is a piece of technology to rewire each other’s minds”. Mark Pagel #TEDGlobal
  • “Language are our genes talking, getting the things they want” Mark Pagel #TEDGlobal
  • “Language is the most subversive tool we have.” Mark Pagel #TEDGlobal
  • O que nos diferencia dos chimpanzés é a capacidade de uns aprenderem com os outros pelos erros, acertos e sabedoria. #TEDGlobal Mark Pagel
  • RT @brainpicker: Mark Pagel: Social learning is visual theft – watching and learning from others’ mistakes, stealing ideas. #TEDGlobal
  • “Language evolved to solve the crisis of visual theft, to coordinate our activities” Mark Pagel #TEDGlobal
  • Mark Pagel: “current there are 7,000 or 8,000 languages spoken around the world” #TEDGlobal
  • “we can’t have sex to people we can’t talk to” Mark Pagel #TEDGlobal
  • Excelente palestra de Mark Pagel sobre como a linguagem é ferramenta de colaboração e ao mesmo de separação (barreira do idioma). #TEDGlobal
  • “Our destiny is to be one world, with one language” – Mark Pagel #TEDGlobal – serious issue….not sure.
  • Video playing on stage now: http://www.youtube.com/watch?v=kkGeOWYOFoA by Cristobal Vila #TEDGlobal
  • Elisabeth Murchison estuda um tipo desconhecido de câncer que está dizimando o marsupial Diabo da Tasmânia #TEDGlobal http://bit.ly/nZuMLJ
  • indeed RT @orientalist: Scary thought: cancer can be contagious. By Elizabeth murchison #tedglobal
  • EMurchison #TEDglobal “Tasmanian cancer spreads independently of the host and threatens an entire species” via @mickyates
  • Elizabeth Murchison gives a talk about cancer transmitted as virus that makes me think: “Fears worth spreading”? #TEDGlobal
  • Cynthia Kenyon conseguiu dobrar a vida do verme C Elegans com um experimento. #TEDGlobal http://kenyonlab.ucsf.edu/
  • RT @TEDNews: Human FOXO3A DNA variants are associated w/ exceptional longevity in populations from all over the world. C Kenyon #TEDGlobal
  • Matt Riddley is the rational optmist, but his session is causing me fear: virus, cancer, one language, living forever… #TEDGlobal
  • Agora, o artista Joe Castillo vai fazer uma apresentação incrível com areia. Vale conhecer: http://www.joecastillo.com/
  • Karol Bordeaux estuda pequenas variáveis e políticas que estimulam a economia http://bit.ly/qFDyxR #TEDGlobal
  • Session 7 começando agora. #TEDGlobal Daniel Wolpert estuda como o cérebro controla o corpo. wolpertlab.com
  • Daniel Wolpert: nosso cérebro mapeia os movimentos do corpo e corrige as percepções. Por isso não podemos nos fazer cócegas. #TEDGlobal
  • Sheril Kirshenbaum estuda a ciência do beijo – #TEDGlobal
  • O cara tem 23 anos! RT @TEDNews: Péter Fankhauser’s Rezero robot is dancing to techno music on the #TED stage. #TEDGlobal
  • RT @21Tanks: Check out Rezero, the ballbot robot: http://www.rezero.ethz.ch/project_en.html #TEDGlobal
  • Just saw @virtualmagician do a cool show at #TEDglobal – his website: marcotempest.com
  • Jae Rhim Lee: The Infinity Burial Project uses mushrooms to decompose, clean bodies of toxins and deliver nutrients to plants. #TEDGlobal
  • Bom-dia! Dia 3 do #TEDGlobal já começou. Agora no palco Yang Lan, a Oprah da China, só que com muitos mais milhões de espectadores!
  • O usuário mais popular de microblog na China tem mais de 9,5 milhões de seguidores. #TEDGlobal #Yang Lan
  • RT @richny: Yang Lan: 30 million more young men than women, due to selective abortions under one-child policy #TED
  • Na China, em média, um casal leva 30 anos para comprar um apto. Nos EUA são 15. Yang Lan #TED
  • Yang Lan: “Os jovens chineses estão cobrando mais justiça social e accountability do governo” #TEDGlobal
  •  “é melhor chorar num BMW do que sorrir de bicicleta” Yang Lan sobre a visão de alguns jovens chineses #TEDGlobal – assustador
  • “vamos sacrificar o meio ambiente para crescer nosso PIB?” perguntou Yang Lan, a Oprah da China no #TEDGlobal
  • pesquisa de um site chinês com 1350 pessoas: 6% feliz; 48% infeliz; o resto mais ou menos ou não sabia. Yang Lan #TEDGlobal
  • Agora no palco Nadia Al-Sakkaf, editora do único jornal independente de língua inglesa no Iêmen #TEDGlobal
  • “A maioria das mulheres no Iêmen está atrás dos véus ou das portas” – Nadia al-Sakkaf #TEDGlobal
  • RT @TEDchris: “You fear what you don’t know and you hate what you fear.” Inspiring Yemeni media owner Nadia Al-Sakkaf #tedglobal
  • Bunker Roi é um educador, fundador do Barefoot college, que ajuda comunidades rurais a serem auto-suficientes #TEDGlobal
  • O site do Barefoot college é bacana: http://www.barefootcollege.org/ Tem uma pegada meio Tião Rocha, um gde educador. #TEDGlobal
  • “Quando a taxa de analfabetismo está muito alta, usamos fantoches para ensinar” Bunker Roy #TEDGlobal
  • “The puppets are made of recycled World Bank Reports” – Bunker Roy – #TEDGlobal – This is fine irony!
  • Don’t look for solutions outside. Look for solutions within. Listen to the people on the ground. They know how to do it. #TEDGlobal B Roi
  • RT @jobsworth: First they ignore you, then they laugh at you, then they fight you. And then you win. Gandhi, quoted by Bunker Roy #TEDGlobal
  • Alain de Botton no início da sessão 9 no #TEDGlobal – http://www.alaindebotton.com/
  • “A arte deve ser uma das ferramentas para melhorarmos a sociedade. A Arte deve ser didática” – Alain de Botton #TEDGlobal
  • “Você pode não concordar com o que as religiões falam, mas olhe como elas espalham ideia. Temos q aprender com elas.” A de Botton #TEDGlobal
  • RT @brainpicker: “Why does the sense of mystery about the universe have to be accompanied by a mystical feeling?” De Botton #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: De Botton: “Religion’s ideas are so intelligent, so subtle, they’re not fit to be abandoned to the religious alone.” #TEDGlobal
  • Atheism 2.0 – a kind of wiki project utilising “the good things” of religions. Alain de Botton #TEDGlobal via @ralphtalmont cc: @dkeichi
  • Paul Snelgrove, biológo marinho, falando sobre o projeto de censo da vida marinha. Trabalho de fôlego: http://www.coml.org/ #TEDGlobal
  • RT @richny: Paul Snelgrove at #TED: Oceans cover 70% of planet, produce half of new life and half of oxygen on earth
  • RT @richny: We know more about surface of moon and Mars than we do of bottom of the oceans, says Snelgrove at #TED
  • RT @TEDNews: Paul Snelgrove: “The grand challenge is to preserve what’s left… As the oceans go, so shall we.” #TEDGlobal
  • RT @connollypat: Marine Life Census: Only 9% of all sea life is currently known. #TEDGlobal
  • pessoal da sustentabildiade, Pavan Sukhdev para falar sobre o fim da invisibilidade econômica da natureza. #TEDGlobal
  • RT @TEDNews #TED has dozens of amazing talks on the #ocean, collected here: http://on.ted.com/OceanStories #TEDGloba
  • RT @TEDNews: Pavan Sukhdev: “Bee’s pollination is worth $190 billion. But when did a bee ever give you an invoice?” #TEDGlobal
  • “Quando usamos o PIB para medir a economia, não avaliamos o que há de mais importante: o ecossistema” Pavan Sukhdev #TEDGlobal
  • “quando medimos o lucro das corporações, não avaliamos o impacto no meio ambiente” Pavan Sukhdev #TEDGlobal
  • Problemas ambientais: “nossa falta de habilidade para perceber a diferença entre benefícios públicos e lucros privados”- Sukhdev #TEDGlobal
  • “nao podemos gerenciar o que não podemos medir” Pavan Sukhdev sobre a relação com os recursos naturais #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: Pavan Sukhdev: We’ve made an ethical choice in our society to not have coral reefs. #TEDGlobal
  • Alison Gopnik vai falar sobre o funcionamento da mente de bebês e crianças. #TEDGlobal Aqui s/ trabalho dela: http://bit.ly/asjG5A
  • Alison Gopnik :”Os cérebros dos bebês são provavelmente o computador mais poderoso de aprendizado no planeta” #TEDGlobal
  • Como é ser um bebê? “Estar apaixonado em Paris pela primeira vez depois de ter tomado 3 expressos duplos!”- Alison Gopnik #TEDGlobal
  • Agora, o psicólogo Paul Bloom, que estuda o senso comum e nosso entendimento sobre o mundo. http://bit.ly/mZWSa2 #TEDGlobal
  • “Estudos dizem que se vc achar que está bebendo vinho caro, ele vai parecer melhor.” Paul Bloom #TEDGlobal
  • sobre o prazer, Paul Bloom falou sobre este experimento incrível c/ violinista Joshua Bell http://bit.ly/hwTH34 #TEDGlobal
  • Paul Zak, economista, vai falar sobre o hormônia oxitocina e como está ligado à confiança e tb pq amor é bom para negócios. #TEDGlobal
  • “Queria descobrir se existia a mólecula moral. Descobri que existe: é a oxitocina.” Paul Zak #TEDGlobal
  • “onde existe mais confiança, existe mais prosperidade. Temos uma ‘confiança biológica'” Paul Zak #TEDGlobal
  • “Weddings cause a raise in oxitocin. First in the bride. Mother is second!” Paul Zak #TEDGlobal
  •  “Para aumentar os níveis de oxitocina: abraço. Pessoas que abraçam mais, têm mais oxitocina e são mais felizes.“ Paul Zak #TEDGlobal
  • Todd Kuiken estuda biônica e próteses que se conectam o sistema nervoso. #TEDGlobal http://bit.ly/po6VyD
  • RT @TEDNews: Todd Kuiken: Patient Jesse’s brain re-wired itself. Interpreting touch on the chest as coming from the missing hand. #TEDGlobal
  • RT @TEDNews: FKuiken w/ patient Amanda Kitts on stage. (Lost her left arm in a car accident.) Now she’s fitted with a robo-prosthetic.
  • Impressionante o trabalho da prótese biônica de Todd Kuike que funciona com transferência de nervos e traz de volta sensações #TEDGlobal
  •  Rolou um TED burnout aqui no último palestrante do dia! 😉 (o cérebro frita em determinado momento) até amanhã. Valeu pela audiência. abs
  •  “Em vez do carro que voa, o avião que pode ser dirigido” – Anne Dietrich #TEDGlobal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 Comentários

Arquivado em Comunicação, Educação, Inspiração, Interdependência, Mundo 2.0, Nova Sociedade, Sustentabilidade

Duas visões de mundo

Há uns meses, encontrei o blog do Jonathan Harris, um lugar onde ele colocava uma foto por dia antes de dormir. Eram fotos aleatórias, do seu cotidiano. Ele diz que começou a fazer quando fez 30 anos, como uma maneira de capturar a memória. Passei a seguir suas fotos e não raro me deliciava com a qualidade do material, altamente inspirador. Ainda mais quando vinha seguido de alguns textos. Até que um dia, no lugar da foto, ele enviou um e-mail, dizendo que o projeto tinha acabado.

Hoje, vi o vídeo abaixo, com as fotos em sequência, acompanhadas de comentários de Harris. Em determinado momento, ele diz que o projeto estava dominando sua vida, quando era para ser o contrário. E aí, ele parou. Interessante saber como ele percebeu a hora de parar. Nem sempre percebemos quando esta hora chega. Os atletas mais bem-sucedidos param no auge. Como fez Pelé. Alguns, como Schumacher, param, mas resolvem voltar, para não ser nem sombra do que eram. Outros, param antes da hora. E voltam para arrebentar, como fez Kelly Slater no surfe, que depois de voltar ainda foi campeão mais duas vezes, tornando-se o único surfista decacampeão da história, muito a frente de qualquer outro competidor.

No video abaixo, Harris mostra que parou no auge e as imagens dele, com a vida do dia-a-dia, inspiram para o famoso Carpe Diem. Aproveite o momento e aprecie 8 minutos com imagens de um ano de vida de um artista de mão cheia.

E se isto não for o suficiente para inspirar, que tal este time lapse estelar, filmado na semana passada (entre 4 e 11 de abril) na montanha mais alta da Espanha? O lugar chama-se El Teide, um dos melhores do mundo para fotografar estrelas. O autor deste filme magnífico chama-se Terje Sorgjerd. Aproveite e reflita sobre o lugar maravilhoso em que vivemos! A vida é bela. Só tem que parar e apreciar de vez em quando! 😉

Deixe um comentário

Arquivado em Comunicação, Fotografia, Inspiração